30 janeiro, 2018

Agenor Ferreira Leão

Histórias de Mentira


“Era uma vez um Príncipe encantado...”
– naquele tempo a minha Avó dizia –
e me contava histórias do Eldrado,
do Lenhador, de João e de Maria.

E eu escutava alegre e deslumbrado
enquanto o vento no pomar gemia...
E no seu colo alvíssimo, encostado,
aos poucos, lentamente, adormecia.


Hoje, que aquele tempo já passou,
e qual fumaça angelical de incenso
a minha infância logo se acabou,

eu me recordo, quase todo dia,
dessas histórias de mentira, e penso
que foi Vovó quem me ensinou poesia...

Nenhum comentário: