sábado, maio 5

Eduardo Mahon

para você
mando presentes
desembrulhados:
um pôr do sol
três dedos de neve
garoa fina
uma boneca
de menina
latido de cachorro

para estrelas cadentes
duas flores secas
um café bem quente
cheiro de mar
a brisa na vela
a minha vista
da janela
toda luz de Paris
sonho perdido
a primeira vez
com os votos de
para sempre
como eu sempre quis

Nenhum comentário: