13 outubro, 2018

Vagner Braz

Cores de um piquenique

Eu tenho
inveja do arco-íris
Pois, ele sempre aparece para abraçar a chuva e o sol
Numa união entre diferentes
Iguais nos processos de sorrisos

Está é a minha poesia de luta!

Eu desejo aos diferentes
tudo que o universo pode oferecer
Somos vidas
Somos lésbicas,
Somos gays,
Somos trans,
Somos mulheres,
Somos homens,
Somos amor.
Resistência somos!

Somos vocês

Eu posso sentir o arco-íris dizer
Que somos fortes o suficiente
Para lutarmos contra
os nossos preconceitos
E dos Outros

Sim, eu preciso mais de vocês
Não há arco-íris sem chuva e sol
Não há amor sem união
Não há luta sem resistência
Não há eu sem tu


Eu acredito no amor
Somos amor
Somos o que um dia uns LGBT’s
Cogitaram existir
Uns foram mortos
Outros foram os feitores
Corpos e garrafas quebradas
Caídos no chão
De manhã
Era dor e sofrimento

Somos resistência
Diversidade
Plural

Eu quero ser o sorriso,
que tu levas para casa
Que quando chegas
Vive o arco-íris
Que ousas dizer
E pensar por si mesmo
Amor
Vida
Processo que resistiremos para amar sem temer

(Vagner Braz, 11/10/2018, às 01h20min, Cáceres-MT/Brasil)

Nenhum comentário: