04 novembro, 2018

Santiago Villela Marques


Santiago Vilella Marques (*07, 02/1967 – 03/11/2018) também professor da Unemat, (pseudônimo de Paulo Sérgio Marques) nasceu na capital paulista e mora em Mato Grosso. Publicou Correspondências (Contos, 2012), Sósias (Contos, 2015),  os livros de poesia Primeiro (2004), Outro (2008) e Três tigres trêfegos (2010, coautoria com Juliana Roriz Aarestrup e Henrique Roriz Aarestrup Alves),  Ângulo bi (2002, coautoria com Marcelina Oliveira, Paulo Sesar Pimentel e Gisele Mocci).
Dentre suas obras premiadas, estão: “O bom dragão” (conto infantil, 1º lugar no Prêmio Sesc Monteiro Lobato de Conto Infantil, 2009); “Centauros” (conto, 2º lugar no Prêmio Sesc Machado de Assis de Contos, 2009); “Aujé, Presidente do Brasil” (conto infantil, 1º lugar no Prêmio Sesc Monteiro Lobato de Conto Infantil, 2010); “Asas” (conto, 3º lugar no Prêmio Sesc Machado de Assis, 2011) e “A Palavra” (conto, 1º lugar no 1º Concurso de Contos de Ituiutaba Águas do Tijuco, 2012). Outros trabalhos do autor receberam menção honrosa e figuram em coletâneas do Prêmio Sesc de Poesia Carlos Drummond de Andrade (“Escola da vida”, 2008; “Infante”, 2010); Prêmio Sesc de Contos Machado de Assis (“Hora de dormir”, 2008; “Os apanhadores de sonhos”, 2010); Prêmio Sesc de Conto Infantil Monteiro Lobato (“Quem vê tevê não viu”, 2011); Prêmio de Contos Ignácio de Loyola Brandão (“Aula de Biologia”, 2007); e 28º Concurso de Poesia Brasil dos Reis (“Serenata no sinal”, 2013). Santiago é formado em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, onde se especializou em Teoria da Comunicação, e em Letras pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat); é doutor em Estudos Literários pela Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, Universidade Estadual Paulista (FCLAR/Unesp). Ao lado da atividade literária, é professor e leciona História da Arte e da Literatura, e Mitologia e História das Religiões. (Fonte: Carlini & Caniato)

Nenhum comentário: